Logo BrazilLAB Logo BrazilLAB
INOVAçãO PARCERIA WE WORK

BrazilLAB atinge marca de 75 projetos inscritos e fecha parceria com gigante multinacional

07/06/2016

O BrazilLAB fechou nesta sexta-feira parceria com a We Work, um dos maiores grupos fomentadores de empreendedorismo do mundo

we workO BrazilLAB fechou nesta sexta-feira parceria com a We Work, um dos maiores grupos fomentadores de empreendedorismo do mundo. Inscrições para o Lab duram até sexta-feira, dia 10/06. 

O laboratório de aceleração de empreendedorismo e inovação Brazil Lab atingiu nesta sexta-feira a marca de 400 inscrições em andamento e 75 projetos já submetidos que buscam propor soluções para melhorar a qualidade do serviço público nas áreas de Educação, Saúde e Sustentabilidade Ambiental voltada para a gestão dos recursos hídricos.

“Os números nos impressionaram muito e só reforçam que mesmo num cenário tão difícil que o Brasil está vivendo existem pessoas comprometidas em pensar soluções para o nosso país”, afirmou a gestora do Brazil Lab, Leticia Piccolotto.

O programa anunciou ainda nesta sexta a parceria com o grupo fomentador de inovação e empreendedorismo We Work, que terá capacidade de ampliar o alcance do Brazil Lab para 12 países, como Estados Unidos, Canadá, França, China e Austrália, atingindo uma rede de 68 mil empreendedores associados. 

“Essa parceria com a We Work é fundamental para os empreendedores se conectarem a uma rede global e que as soluções possam ser replicadas em outros países que também vivem desafios similares aos do Brasil”, disse a gestora do Brazil Lab.

O prazo para inscrição dos projetos termina no próximo dia 10. O diferencial que o Brazil Lab propõe é o ambiente de constante estímulo ao empreendedorismo que conecta os participantes a potenciais investidores e prefeituras. Os dez projetos selecionados para participar do laboratório serão anunciados no próximo dia 29.  

“O Brazil Lab é um programa que está inserido num contexto de mudança de relação entre os setores privado e público. É fundamental que esses dois setores estabeleçam parcerias mais saudáveis, éticas e transparentes com foco em resolver problemas para a população”, afirmou Letícia. 

Os projetos selecionados serão submetidos a quatro meses de mentoria que conta com uma rede especialistas, confira aqui. Três finalistas serão escolhidos e o vencedor receberá um investimento de U$ 5.000,00 para dar início a implementação de sua ideia.

 

Participe da próxima Discussão Brazil Lab - O Poder da Tecnologia na Saúde, clique aqui.

Veja Também:

Inovação no Setor Público Artigo de Letícia Piccolotto no JOTA: Govtechs e as previsões do setor para 2021

Artigo de Letícia Piccolotto no JOTA: Govtechs e as previsões do setor para 2021

Relatório mostra que há 80 startups no Brasil que são consideradas GovTechs relevantes; confira o artigo da CEO do BrazillAB

Inovação no Setor Público Observatório de Inovação no Setor Público (OPSI) da OCDE publica estudo de caso do BrazilLAB

Observatório de Inovação no Setor Público (OPSI) da OCDE publica estudo de caso do BrazilLAB

O estudo de caso do OPSI relata a trajetória e destaca as principais iniciativas do BrazilLAB

Programa de Aceleração Conheça as 58 Startups e PMEs aceleradas pelo BrazilLAB no ano de 2020

Conheça as 58 Startups e PMEs aceleradas pelo BrazilLAB no ano de 2020

Em 2020, o BrazilLAB concluiu 3 ciclos de Aceleração, 2 DemoDays e acelerou 58 Startups e Pequenas e Médias Empresas (PMEs)