2018 será movimentado para a Linte, a grande vencedora do Demoday 2017 - BrazilLAB
PT EN
Logo BrazilLAB
Linte Demoday 2017 Impacto Social Empreendedorismo de Impacto LegalTech Gabriel Senra

2018 será movimentado para a Linte, a grande vencedora do Demoday 2017

03/04/2018

A grande vencedora do Demoday 2017 já promove melhoria de 400% da eficiência jurídica no setor privado. Agora, imagine o que ela pode fazer no setor público.

Gabriel Senra, empreendedor da Linte

[Gabriel Senra, empreendedor da Linte]

Realizado pelo BrazilLAB no dia 06 de dezembro, o Demoday marcou o encerramento de uma etapa e o início de um longo e frutífero trabalho para as startups finalistas. Todos os empreendedores e gestores públicos saíram ganhando. Mas houve destaques, e a startup que mais pontuou, que encantou a banca de prefeitos e gestores públicos e terá todo o suporte para implementação do projeto no ano seguinte foi a Linte.

A vencedora do Demoday 2017 pertence a uma nova indústria. A Linte é uma LegalTech, termo que designa a tendência de startups combinarem inovação tecnológica com setores até então estabelecidos, como educação (EdTech) e mercado financeiro (FinTech). A priori, LegalTech reúne empresas que desenvolvem soluções com o objetivo de facilitar a vida de advogados, conectar pessoas ao direito e mudar a forma de trabalho do poder judiciário.

 

A força da desburocratização

A Linte faz isso com produtos que automatizam, agilizam e acrescentam inteligência à gestão de documentos. Inicialmente, a startup participou de um programa de aceleração fundado no Vale do Silício e, nos últimos dois anos, trabalhou com uma extensa e variada lista de clientes, comportando desde pequenos escritórios de advocacia até grandes empresas multinacionais como ABInbev e Itaú.

O trabalho envolve um software de automação de documentos, um software de workflow e um software de análise e insights. Por onde implementou sua tecnologia, a Linte proporcionou aumento de produtividade das organizações, ajudando o departamento jurídico a trabalhar melhor.

Gabriel Senra, empreendedor da Linte, é categórico: “Hoje, a gente é obcecado por tecnologia e quer eliminar o desperdício de tempo e de informação nas organizações”.

Segundo levantamento da própria startup junto aos seus clientes, o ganho de eficiência no setor privado chega a incríveis 400%. Agora, imagine o impacto que essa tecnologia irá causar na esfera pública, onde servidores muitas vezes estão atolados em processos mais vagarosos e burocráticos, perdendo-se em meio a um imenso volume de demandas.

 

Do privado para o público

Naturalmente, os ótimos resultados no setor privado chamaram a atenção da esfera pública. Em seu pitch, Gabriel Senra contou como surgiu o insight de voltar o olhar para o governo. “Nos últimos tempos, começamos a ser abordados pelos Correios, por secretarias, por prefeituras, por procuradorias e por tribunais. Viemos ao BrazilLAB para responder a uma pergunta fundamental: faz sentido trabalhar com o setor público? A gente usou o programa para responder a ela, e fico muito feliz de dizer aqui que a resposta é ‘sim’, que faz sentido, e a gente consegue gerar impacto. O modelo está aprovado e pode ser adotado.”

Com uma tecnologia de automação de documentos, a Linte pode ajudar as prefeituras a otimizar contratos e acelerar processos de licitações, ofícios e execuções fiscais. Os dados desses documentos ficam armazenados na nuvem, o que facilita consultas futuras.

 

Processo rápido e intuitivo

A tecnologia proprietária, com metodologia criada em Stanford, aplica a lógica computacional na geração de documentos. Em vez de o servidor procurar templates de documentos prontos e preencher suas lacunas, o sistema com interface amigável guia o usuário por uma entrevista que resulta na geração de um novo documento, com todos os parâmetros catalogados e de fácil localização posterior. Assim, o processo se torna mais rápido e intuitivo, sem Control+C Control+V, com redução de risco de erros e toda a confidencialidade necessária.

Após uma conversa aprofundada com o próprio BID, que procurou a Linte para adquirir licenças para o setor público, um vasto caminho se abriu. “É possível fornecer o software para as prefeituras sem custo, para que as secretarias possam produzir documentos com escalabilidade”. Sem dúvida alguma, esse ponto também chamou muita atenção dos jurados no Demoday 2017.

Viva a desburocratização

A ponte que o BrazilLAB fez entre a Linte e algumas prefeituras do Estado de São Paulo irá gerar um grande impacto no ganho de eficiência das secretarias. Com a automação de fluxos e a melhoria dos processos internos, é possível reduzir um tempo médio de compra de 180 para 30 dias, por exemplo.

“Todo o nosso pitch hoje é voltado para a desburocratização”, reafirma Gabriel, que terá muito trabalho e provavelmente novos cases de sucesso no ano que vem. Mas só depois de um retorno ao Vale do Silício. Afinal, a 1ª colocada no Demoday, além da premiação em dinheiro, recebeu uma bolsa na Draper University. Mais uma razão para acompanhar de perto as novidades da parceria entre a Linte e as prefeituras brasileiras.

Veja Também:

Inovação no Setor Público Iguá Lab é eleito a ideia mais inovadora do ano no PPP Awards

Iguá Lab é eleito a ideia mais inovadora do ano no PPP Awards

Iniciativa promovida pelo BrazilLAB selecionou projetos de startups voltados à melhoraria da eficiência no setor de saneamento

Programa de Aceleração Aceleração 2018: conheça as startups selecionadas para o challenge de Gestão de Pessoas

Aceleração 2018: conheça as startups selecionadas para o challenge de Gestão de Pessoas

Mineração de dados para auditoria em folha de pagamentos e plataforma de cursos de inovação para gestores públicos estão entre as soluções.

Programa de Aceleração Aceleração 2018: conheça as startups selecionadas para o challenge de Meio Ambiente

Aceleração 2018: conheça as startups selecionadas para o challenge de Meio Ambiente

Detecção automática de incêndios e gerenciamento de resíduos estão entre as soluções.