Ministério Público de SP busca Startups para desenvolver soluções inovadoras - BrazilLAB
PT EN
Ministério Público de São Paulo MPSP Pitch MPSP 1.0 Startups SEBRAE

Ministério Público de SP busca Startups para desenvolver soluções inovadoras

29/05/2018

Quer auxiliar o MPSP com soluções inovadoras? Pitch MPSP 1.0 tem inscrições abertas até 22/06. Participantes terão 5 minutos de exposição e 10 minutos para respostas

O Ministério Público de São Paulo (MPSP) está com inscrições abertas até o dia 22/6 para o programa Pitch MPSP 1.0, que busca, por meio de iniciativas tecnológicas criadas por empreendedores, contribuir para a resolução dos desafios enfrentados pela administração pública. Trata-se de uma iniciativa conjunta do MPSP e do Sebrae.

Como funciona? As inscrições são gratuitas. Podem participar startups que possuam Cadastro Nacional de Pessoa Jurídica (CNPJ) há no máximo sete anos. As oito startups que apresentarem o melhor projeto dentro dos critérios de “Compatibilidade, Inovação e Benefícios”, “Maturidade”, “Modelo de Negócios” e “Equipe” serão as finalistas e participarão do Pitch MPSP 1.0 no dia 10 de julho.

Empreendedores e startups apresentam, então, seus projetos à representantes do MPSP. Os participantes terão 5 minutos de exposição e 10 para responder perguntas da banca examinadora, que terão representantes do MPSP, do SEBRAE e do ecossistema de inovação.

Como o programa pretende trazer soluções concretas que possam ser implementadas de imediato, serão consideradas apenas aquelas que já possuem protótipos funcionais.

As empresas que alcançarem as metas definidas no Plano de Trabalho do Acordo de Convênio a ser assinado junto ao MP receberão um certificado de participação e atestação técnica demonstrando a sua capacitação tecnológica. Além disso, a melhor Startup será contemplada com viagem ao SXSW, em Austin, Texas, nos EUA, em 2019, onde ocorre uma das principais conferências de inovação e tecnologia do mundo.

Leia o edital e veja mais informações.

Fonte: JOTA

Veja Também:

Tecnologia contra a pobreza

Toomas Hendrik Ilves presidiu a Estônia de 2006 a 2016 e conta como o país virou o mais digital do mundo

GovTech Brasil 2º dia - debates sobre a realidade e o futuro da inovação

Destaques foram painéis sobre uso de tecnologia na saúde, na segurança pública e na educação. Evento foi encerrado com propostas de candidatos à presidência

GovTech Brasil 1º dia - O primeiro passo para a criação de um Brasil Digital

Confira como foi o primeiro dia da primeira convenção GovTech internacional no Brasil