Logo BrazilLAB Logo BrazilLAB
Sintecsys

Sintecsys

Detecção Automática de Incêndios Florestais, em Plantações e Monitoramento da Atividade Agro/Florestal.

[Detecção Automática de Incêndios Florestais, em Plantações e Monitoramento da Atividade Agro/Florestal.]

Sintecsys

sintecsys.com/

 

Solução:

Detecção Automática de Incêndios Florestais, em Plantações e Monitoramento da Atividade Agro/Florestal.

 

Características da solução:

O sistema é instalado no topo de torres ( na maior parte, pré existentes) de 20 á 60 metros de altura e é composto por câmeras de alta resolução embaracadas com nosso algoritmo proprietário para detecção automática de incêndios e amparado através de uma caixa hermética customizada para as demandas de processamento, energia, autonomia e transmissão de dados para cada projeto específico. Boa parte das nossas torres é mantida através de energia solar fotovoltaica e sustentadas por baterias.

A comunicação pode ser por sistema isolado através de rádios point to pont em links de até 60KM. Toda informação e alertas são transmitidos em tempo real para uma CCO - Central de Comando e Operação que instalamos em nossos clientes e faz parte também de nossa entrega.

 

Data de Fundação:  Novembro/2016

 

Redes das quais fazemos parte:

  • Coalisão Clima Agricultura
  • EsalqTec-USP
  • Usina de Inovação de Piracicaba
  • Inovabra
  • Scale Up

Além de outras frentes sócio ambientais e de impacto que estamos trabalhando.

Empreendedor:
Osmar Rossetto Bambini Filho

O primeiro contato direto com inovação foi em uma viagem ao Japão em 1985 aos 13 anos de idade, na Feira de inovação e Expo Tsukuba a Expo 85. Sou formado em propaganda e marketing com especialidade em trade marketing e U.X, Agile e Inovação. Enquanto sócio diretor da Distribuidora Bambini participei de projetos de ECR e gerenciamento por categorias no Brasil, pioneiros para a época. Em 2012 iniciei o projeto da UON Energia e migrando para o mercado de energias renováveis. Participamos do projeto da primeira casa com o selo HomeLeed no Brasil Em 2014 apoiamos a Sociedade do Sol na Aceleração da Yunus. Em 2015 integrei o time da itsnoon.net. Em 2016/2017 trabalhei para a empresa de VMS Finlandesa a Mirasys aonde desenvolvi o projeto SunProtec. (proteção de vídeo analítico para Usinas FV centralizada). Iniciei meu trabalho na Sintecsys em Abril de 2018 e hoje apoio as frentes de inovação, principalmente as relacionadas a energia solar, vídeo analítico e desenvolvimento de novos produtos e tecnologias. Boa parte do meu trabalho esta relacionada aos processos comerciais, desenvolvimento de novos negócios. Todo o meu trabalho na área técnica tem o propósito principal de incrementar o desenvolvimento de novos clientes e oportunidades de serviços.

Além disso sou atleta de corridas de aventura e surfista o que me levou ao redor do mundo e a diretor de prova para do EMA (expedição mata atlântica) entre 2012 e 2014.Posso dizer que hoje minha missão se transformou em propósito que proteger o meio ambiente ao evitar incêndios florestais de grande porte.

 

 
 

Veja Também:

Inovação no Setor Público Govtechs, para além dos governos - artigo de Lucas Prado, Co-founder da Meritocracity

Govtechs, para além dos governos - artigo de Lucas Prado, Co-founder da Meritocracity

Como as GovTechs podem aprimorar seus modelos de negócios para garantir maior sustentabilidade, independência e escalabilidade, buscando novos clientes e estratégias de monetização híbridas.

Programa de Aceleração Foi dada a largada: confira destaques do 1º módulo presencial da quarta turma da Aceleração do BrazilLAB

Foi dada a largada: confira destaques do 1º módulo presencial da quarta turma da Aceleração do BrazilLAB

Representantes das 26 startups selecionadas reuniram-se em São Paulo para trocar experiências e para uma imersão em UX

Inovação no Setor Público Inovação GovTech: conheça os cases de destaques de Barcelona, Zâmbia e Cingapura

Inovação GovTech: conheça os cases de destaques de Barcelona, Zâmbia e Cingapura

Todos os meses selecionaremos os exemplos mais inspiradores da recém-criada biblioteca de cases do BrazilLAB