As soluções inteligentes das cidades no Norte do Brasil - BrazilLAB
PT EN
norte inteligentes cidades soluções desafios tecnologia

As soluções inteligentes das cidades no Norte do Brasil

14/08/2017

As lições que cidades como Manaus, Palmas e Boa Vista podem ensinar aos outros municípios brasileiros

As cidades do Norte do país apresentaram iniciativas interessantes em áreas inesperadas, segundo os destaques da Urban Systems para o ranking Connected Smart Cities 2017.

Embora não tenham pontuado tão bem no ranking geral (a maior parte dos primeiros lugares ficou com cidades do Sudeste e Sul), alguns aspectos chamam a atenção, por critérios como tecnologia, empreendedorismo e energia.

Veja alguns dos destaques selecionados:

 

Palmas (TO)

A capital do Tocantins é a mais bem posicionada no ranking geral, tendo saltado do 25º lugar em 2016 para a 15ª posição neste ano.

A Urban Systems afirma  que Palmas é destaque em urbanização, contando com 100% de abastecimento de água, 97% de cobertura na coleta de lixo domiciliar, arborização no entorno de 80% das casas e iluminação urbana atendendo 98%.

A cidade também atravessa um processo de verticalização, conta com cerca de 20 quilômetros de ciclovia e apresentou bons índices gerais nos critérios de saúde e transparência.

Além disso, chamam a atenção também os índices de educação: quase um terço (31%) dos empregos formais da cidade são ocupados por pessoas com ensino superior completo.

 

Manaus (AM)

O forte da capital do Amazonas é o empreendedorismo: a presença de parque tecnológico, a retomada da zona franca de Manaus e melhores perspectivas para a indústria ajudam a impulsionar a economia local.

A cidade conta com mais de cinco espaços de incubação de empresas, e apresentou uma taxa de crescimento de 14% das empresas de tecnologia, 4% das empresas de economia criativa e 18% nas micro empresas individuais.

Manaus também é a cidade do Brasil que mais investe em iluminação pública de led: ao todo, já são mais de 36 mil pontos instalados.

 

Belém (PA)

Belém do Pará tem o primeiro lugar no ranking de tecnologia e inovação da região Norte.

A proporção de conexões de banda larga é de 134 para cada 1.000 habitantes; 10,2% delas têm velocidade superior a 32 MB.

Na educação, a Urban Systems destaca que 26% dos trabalhadores formais têm ensino superior.

Em 15º no ranking de empreendedorismo, Belém tem mais de cinco incubadoras de empresas, um parque tecnológico e viu um crescimento de 16,7% nas micro empresas individuais.

 

Boa Vista (RR)

A capital de Roraima tem algumas iniciativas inovadoras no setor de energia elétrica.

A Urban Systems destacou a inauguração da primeira usina solar que vai beneficiar uma comunidade indígena, com cerca de 50 famílias.

A Eletrobras também anunciou a ampliação do parque térmico da cidade para atender ao aumento da demanda.

A segurança também é um ponto positivo da capital, que conseguiu reduzir o número de homicídios no período avaliado pela pesquisa: para cada 10 mil habitantes, há apenas 11,5 homicídios por arma de foto.

 

Via: EXAME

Veja Também:

Inovação e empreendedorismo no setor público são temas de evento gratuito do BrazilLAB

Realizado pelo BrazilLAB, encontro reunirá startups, governo e academia no Google Campus

O que vem por aí? As propostas de candidatos à presidência que se apresentaram no GovTech Brasil

No encerramento da convenção, cinco presidenciáveis subiram ao palco para compartilhar suas visões sobre inovação no setor público. Confira aqui um resumo de cada um

GovTech Brasil: de acordo com especialistas, a inovação na segurança pública é “para ontem”

Especialistas reuniram-se em São Paulo para debater desafios e soluções para a área. Veja agora os destaques desse encontro