Logo BrazilLAB Logo BrazilLAB
Força-Tarefa BrazilLAB Aceleração Covid-19 Coronovírus Pandemia

BrazilLAB lança força-tarefa para acelerar tecnologias digitais que possam apoiar o poder público no combate à Covid-19

10/07/2020

BrazilLAB aposta na transformação digital como resposta à pandemia

O BrazilLAB, hub de inovação e tecnologia para governos que acelera soluções e conecta startups e o Poder Público, anunciou a criação de uma Força-Tarefa que tem como objetivo mapear e acelerar tecnologias que possam ajudar governos a enfrentarem os desafios impostos pela pandemia da Covid-19. O programa será lançado em 10 de julho e se estenderá até dezembro deste ano, selecionando, através de edital, startups, pequenas e médias empresas que tragam soluções implementáveis para as esferas municipal, estadual e federal para as áreas de Educação, Digitalização no Poder Público e Inclusão Produtiva. O prazo de inscrições para o primeiro batch encerra-se no dia 27/7.


Inscreva-se aqui

O BrazilLAB foi fundado há quatro anos e é reconhecido por um histórico de mais de 80 startups aceleradas que atendem dezenas de prefeituras e órgãos governamentais, além de uma rede de mais de 30 municípios parceiros. A força-tarefa conta com o apoio de organizações parceiras da instituição, como o Instituto Humanize, a Fundação Arymax e a Amazon Web Services.

“Diante de uma pandemia, surgem novas questões que exigem respostas imediatas. Nossas vidas mudaram abruptamente e a propagação do vírus gerou consequências jurídicas, econômicas e sociais graves para as quais os governos não estavam preparados. As mudanças foram exponenciais e a tecnologia também o terá de ser. As soluções digitais terão um papel fundamental no combate aos mais diversos impactos negativos do coronavírus, e nosso objetivo é acelerar a transformação digital necessária para que o poder público responda com efetividade a esses novo cenário”, explica Letícia Picolotto,  fundadora do BrazilLAB.

Os inscritos devem apresentar soluções tecnológicas relacionadas à educação (ensino à distância, inovações para sala de aula pós-crise, capacitação de docentes e habilidades e competências do Século XXI), inclusão produtiva (acesso a mecanismos financeiros de apoio ao micro e pequeno empreendedor, fomento ao empreendedorismo periférico, formação de jovens - com habilidades técnicas e socioemocionais- e conexão com emprego, desenvolvimento de tecnologias para o empreendedor rural, conexão do empreendedor rural com mercados, oferta de empregos e engajamento das empresas para contratação, reskilling), bem como Digitalização no Poder Público (teletrabalho, digitalização de serviços, uso novas tecnologias na gestão).

“O Brasil é um dos países mais empreendedores do mundo, e acreditamos que essa força pode ser uma valiosa aliada para a gestão pública. E em um momento histórico tão duro como o que estamos passando, os pequenos e médios empresários do ecossistema de inovação GovTech podem ter papel de destaque na oferta de soluções que mitiguem os impactos negativos da crise. Nossa meta é conectar as soluções apresentadas e aperfeiçoadas na força-tarefa a diversos governos, com especial atenção às prefeituras que, naturalmente, lidam mais de perto com as demandas emergenciais”, finaliza Letícia Piccolotto.

As ações da Força-Tarefa devem incluir o diagnóstico das demandas dos governos e sociedade, a curadoria de soluções inovadoras e de impacto, a oferta de mentorias e sugestões de aprimoramento das soluções, além da conexão das iniciativas ao setor público. Cabe também destacar que os resultados das soluções serão avaliados ao longo do programa. “Será imprescindível monitorar a implementação das soluções para que seja possível demonstrar qual pode ser o impacto da adoção de tecnologias no setor público”, afirma Letícia. 

Paralelamente, também haverá um edital artístico para valorizar tanto a memória quanto os aprendizados no Brasil desta crise que é mundial. 


Inscreva-se aqui

 

A força-tarefa contará com quatro pilares de atuação:

Aceleração de startups e PME’s: serão duas rodadas de aceleração, cada uma contando com 15 empresas. O programa contará com ações de capacitação e mentoria de soluções inovadoras, além da definição das verticais a serem trabalhadas, diagnosticando cada empresa para direcioná-las a capacitações e mentorias.

Roadshow virtuais: compreende a apresentação e conexão das empresas selecionadas a gestores. Para isso serão realizados encontros virtuais temáticos para apresentação das soluções das startups a líderes governamentais.

Comitê de especialistas: será criado um comitê de especialistas que será responsável por mensurar os impactos e a efetividade dos projetos, bem como definir as temáticas a serem trabalhadas. Serão representantes do terceiro setor, academia e empresas públicas e privadas.

Mensuração de impacto: as soluções das startups serão monitoradas constantemente de modo a aferir a viabilização dos produtos e principalmente comprovar a sua eficiência.

Aos interessados, as inscrições na força-tarefa do BrazilLAB devem ser feitas de forma online neste link, até o dia 27/07.

 

Sobre o BrazilLAB

O BrazilLAB é o primeiro hub GovTech do Brasil, e atua para fomentar a cultura de inovação no setor público. Por meio de pesquisas, eventos, certificações e de um programa de aceleração de startups, buscamos engajar líderes públicos e empreendedores em prol de uma agenda de transformação digital para os governos, acreditando no potencial e contribuição da tecnologia para enfrentar os desafios mais complexos vividos pela sociedade nas diferentes localidades do país.

Veja Também:

Programa de Aceleração Confira as 15 Startups e PMEs selecionadas para o 1º Batch do Força-Tarefa Covid-19 do BrazilLAB

Confira as 15 Startups e PMEs selecionadas para o 1º Batch do Força-Tarefa Covid-19 do BrazilLAB

Foram mais de 250 cadastros e 131 inscrições concluídas de todo o país e de fora dele. Conheça as empresas que têm potencial de transformar o setor público por meio da inovação

Programa de Aceleração Demoday 2020: grande final do 4º Ciclo da Aceleração do BrazilLAB acontecerá no dia 21 de agosto

Demoday 2020: grande final do 4º Ciclo da Aceleração do BrazilLAB acontecerá no dia 21 de agosto

Em exibição de forma inédita, totalmente online, seis startups disputam uma vaga entre as três vencedoras

Inovação no Setor Público GovTech em pauta: confira um resumo dos textos de julho de Letícia Piccolotto no UOL

GovTech em pauta: confira um resumo dos textos de julho de Letícia Piccolotto no UOL

Em sua coluna no UOL Tilt, Letícia Piccolotto abordou no mês de julho os temas de saúde mental, inteligência artificial e liderança adaptativa