PT EN
Logo BrazilLAB
Endeavor Mapa para Simplificação Fortaleza Smart Cities Gestão Pública Ceará

Mapa Para Simplificação: Endeavor mostra o caminho para cidades mais inteligentes e Fortaleza é exemplo de sucesso

21/08/2019

Manual orienta gestores públicos a reduzirem o tempo para a abertura e a formalização de empresas. E a capital cearense é um ótimo exemplo dessa transformação.

Um dos principais entraves para transformação digital do setor público no Brasil, como se sabe, é a burocracia. A papelada, o emaranhado de leis e o labirinto de processos costumam desanimar empreendedores que queiram trabalhar com governos, fornecendo soluções que certamente fariam a diferença na vida da população. Essa dificuldade se faz sentir antes mesmo de uma empresa começar a operar; a abertura e a formalização do negócio costumam levar dezenas de dias, em várias partes do país.

Uma iniciativa recente da Endeavor dá uma importante contribuição para transformar esse cenário. É o Mapa Para Simplificação, documento que funciona como um manual de apoio para gestores públicos que queiram aprender sobre o redesenho de processos para reduzir o tempo necessário de abertura e formalização de um negócio. Gratuito, o material apresenta um passo a passo construído com base em observações das simplificações realizadas em alguns municípios brasileiros. 

 

Fortaleza e a agilidade na emissão de licenças

Tais iniciativas surgem como casos de sucesso, modelos que podem ser replicados em outras cidades do país. Um exemplo é o Fortaleza Online, sistema gerido pela Prefeitura de Fortaleza que trouxe importantes avanços. Trata-se de uma plataforma que permite a solicitação online de licenças e alvarás de várias ordens -- inclusive de alguns necessários ao processo de abertura de um negócio, como é o caso da licença sanitária. Cada tipo de licença ou alvará tem o seu prazo de emissão, sendo de 48h o mais demorado.  

A ferramenta é particularmente inovadora, já que permite a emissão de licenças automaticamente ou num período bastante curto, sem que seja necessária a realização de vistorias. A solução também abrange, simultaneamente, empresas de alto e baixo risco. Veja, abaixo, o comparativo de prazos para algumas licenças, antes e depois da implantação do Fortaleza Online:

 

  • Aprovação de Plano de Gerenciamento de Resíduos (PGRS)

 

Antes: 60 dias úteis / Online: Imediata

 

  • Alvará de Construção Online

 

Antes: 30 a 60 dias úteis / Online: 48h

 

  • Licença Sanitária para Atividades de Baixo Risco

 

Antes: 120 dias úteis / Online: 48h

 

  • Isenção do Certificado de Inspeção Predial (CIP) 

 

Antes: 30 dias úteis / Online: Imediata

 

Processo 100% informativo e com participação dos empreendedores

Estes são apenas alguns exemplos. Ao todo, 34 serviços da capital cearense tiveram seus prazos drasticamente reduzidos com o sistema. Essa transformação só foi possível devido a alguns aspectos, sendo os principais a digitalização do processo de solicitação de licenças – por meio do recebimento de documentos eletrônicos e da integração entre os órgãos responsáveis por essas concessões –, e a criação de um processo totalmente informativo e com corresponsabilização do empreendedor. 

O município de Fortaleza entendeu que é sua responsabilidade informar o empreendedor sobre os requerimentos necessários para abrir uma empresa de forma regular e não vistoriar o cumprimento disso antes do início das operações do negócio, inclusive para atividades de alto risco. 

 

Regras mais claras, liderança política e autonomia para os gestores públicos

Águeda Muniz, Secretária Municipal do Urbanismo e Meio Ambiente de Fortaleza, destaca o que considerou fundamental para o sucesso do sistema: “O principal foi a mudança nas regras de uso e ocupação do solo. A nossa lei era de 1996, o que dificultava a vida do empreendedor. Tornamos as regras bem mais claras e objetivas, o que permitiu o funcionamento do sistema. Hoje, qualquer processo de licenciamento ocorre em um só local: a Secretaria Municipal do Urbanismo e Meio Ambiente.” 

A Secretária destaca que foi essa integração que permitiu “tornar a emissão de licenças um processo bem mais simples, inclusivo e centrado no cidadão. Cada serviço foi construído, testado e aprovado em conjunto com os setores envolvidos”, afirma ela. 

Águeda também exalta a vontade política e a autonomia que ela e outros gestores tiveram ao longo do processo. “O Prefeito escolheu secretariados técnicos e permitiu que pudéssemos escolher a nossa equipe. Esse papel de liderança e a liberdade para que tomássemos decisões foram grandes diferenciais”, conclui a Secretária.

Veja Também:

Connected Smart Cities: a inovação no setor público também foi destaque no evento

Connected Smart Cities: a inovação no setor público também foi destaque no evento

Especialistas e empreendedores reuniram-se no espaço do BrazilLAB no evento para trocar ideias e aprendizados de GovTech

Programa de Aceleração BrazilLAB realiza evento gratuito em São Paulo para debater inovação no setor público

BrazilLAB realiza evento gratuito em São Paulo para debater inovação no setor público

Empreendedores de startups aceleradas pelo BrazilLAB vão trocar experiências sobre trabalhar com governos. O evento também marca o lançamento da quarta edição do programa de aceleração.

Mapa Para Simplificação: guia elaborado pela Endeavor destaca iniciativa de São Paulo

Mapa Para Simplificação: guia elaborado pela Endeavor destaca iniciativa de São Paulo

Conheça o programa Empreenda Fácil, que simplificou processos de abertura e licenciamento de empresas na capital paulista.