Logo BrazilLAB Logo BrazilLAB
setor público empreendedores Campus São Paulo Cristina Gonçalves Erez Yerushalmi Thiago Toscano SP Parcerias Lívia Cunha CUCO Health

O setor público como caminho para empreendedores: um resumo do evento

25/09/2018

Confira os destaques da roda de discussão que reuniu empreendedores, pesquisadores e representantes do poder público torno do tema de GovTech

O evento contou com a participação do empreendedor israelense Erez Yerushalmi, CIO da unidade da fintech Avante em Tel-Aviv

[O evento contou com a participação do empreendedor israelense Erez Yerushalmi, CIO da unidade da fintech Avante em Tel-Aviv]

Por que ter inovação tech no governo? Para responder a essa pergunta e apresentar o setor público como caminho para empreendedores provocarem real impacto na sociedade, o BrazilLAB abriu, em seu calendário, mais um espaço para o debate: a roda de discussão “O setor público como caminho para empreendedores”.

Na conversa realizada dia 24 de setembro no Campus São Paulo, tanto o universo das startups quanto o do poder público foram representados pelos palestrantes Cristina Gonçalves, Diretora de Inovação e Parcerias do BrazilLAB, Erez Yerushalmi, CIO da Avante, Thiago Toscano, Diretor da SP Parcerias, e Lívia Cunha, CEO do CUCO Health. Veja agora os destaques do debate.

 

Aceleração e inspiração

Erez

Cristina Gonçalves abriu o evento apresentando o BrazilLAB, primeiro hub no Brasil que conecta empreendedores e setor público. Ela também mostrou dados sobre o programa de aceleração, que já apoiou 26 startups e que, em sua terceira edição neste ano, irá selecionar 30 empreendedores. Lembrando que as inscrições podem ser realizadas até dia 08/10/2018 -- para maiores informações, acesse http://inscrição.brazillab.org.br .

Na sequência, o empreendedor israelense Erez Yerushalmi, CIO da unidade da fintech Avante em Tel-Aviv, realizou uma apresentação inspiradora sobre a importância da combinação entre tecnologia e propósito. Seja em explorações na Antártica, ou na criação de soluções de pagamento em um deserto da África, Erez mostrou que há um padrão: o impacto causado por líderes que reúnem um pequeno grupo de pessoas e constroem uma plataforma poderosa, capaz de realizar grandes feitos. “A tecnologia é um container para um propósito,” afirmou Erez, que também ressaltou a responsabilidade da sociedade de preparar agora o futuro para as próximas gerações.

 

Os desafios da Prefeitura de SP

Mas a jornada de um empreendedor, mesmo com propósito bem definido e cercado de talentos, é cheia de obstáculos. É preciso mapear o cenário burocrático e traçar um caminho alternativo para inovar na esfera pública. Foi justamente essa a abordagem de Thiago Toscano, Diretor da SP Parcerias, companhia vinculada à Secretaria Municipal de Desestatização e Parcerias do município de São Paulo.

Em primeiro lugar, Toscano apresentou iniciativas da prefeitura que representam inovações com e sem o uso de tecnologia. Então, compartilhou com os convidados grandes desafios e dicas para empreendedores persistirem em suas ideias.  Ao listar as dificuldades desse caminho até a implementação de uma solução, Toscano abordou questões técnicas, como o desafio de elaborar documentação para iniciar processo de compras e licitações quando há algo novo no mercado. A lição para quem quer fazer a diferença é buscar prefeituras menores, criar parcerias com órgãos e empresas  para gerar pilotos e estudos de caso.

 

Do setor privado para o público: CUCO Health mostra o caminho

Lívia Cunha

Alinhada com esse pensamento, a empreendedora Lívia Cunha contou o case do CUCO Health, revelando como foi feita a transposição de uma solução do setor privado para o público. A terceira palestra do evento mostrou um exemplo prático da importância do propósito, levantado por Erez, e a busca por caminhos alternativos para se trabalhar com o governo -- tema abordado por Toscano.

Acelerado pelo BrazilLAB, o CUCO Health funciona como uma enfermeira digital, com lembretes sobre medicamentos e hábitos saudáveis que constituem o tratamento de pacientes, principalmente com doenças crônicas. A iniciativa já estava apresentando ótimos resultados na esfera particular, mas Lívia queria atuar principalmente com a população que depende do sistema da saúde do governo.

Segundo o portal Brasil 2014, 72% das mortes no Brasil são causadas por complicações decorrentes de doenças crônicas. E menos de 50% dos pacientes seguem o tratamento como deveriam. Assim, para que a solução ganhasse escala e mudasse a vida de mais pessoas, Lívia começou foi em busca da esfera pública. De acordo com ela, foi “um caminho de resiliência, que só funciona se você entende muito bem o porquê e para quem você está fazendo o que faz”.

Para fechar o evento, os palestrantes reuniram-se no palco para responder a perguntas da platéia e deram dicas valiosas para viabilizar grandes ideias. “Não espere pelo governo,” alertou Erez, dizendo que quem está à frente das mudanças são os empreendedores. “Não espere o governo abrir as portas. Simplesmente faça, e então o governo seguirá. É assim em Israel, no Vale do Silício e tem que ser assim aqui no Brasil também,” concluiu o israelense.

Assista aos painéis do evento:

Veja Também:

Inovação no Setor Público Aceleradas do BrazilLAB dominam categoria de GovTechs do Ranking TOP 100 Open Startups

Aceleradas do BrazilLAB dominam categoria de GovTechs do Ranking TOP 100 Open Startups

Das 10 Startups premiadas na categoria GovTech, 7 são da Rede do BrazilLAB; No Ranking das 100 Startups, 8 já passaram pela nossa Aceleração

Inovação no Setor Público BrazilLAB participa de Semana Internacional de Inovação da ENAP com vitrine de startups GovTech

BrazilLAB participa de Semana Internacional de Inovação da ENAP com vitrine de startups GovTech

Maior evento de inovação da América Latina é liderado pela Escola Nacional de Administração Pública (ENAP) e deverá reunir mais de 150 palestrantes nacionais e internacionais

Inovação no Setor Público BrazilLAB, Fundação Brava e CPI lançam estudo sobre ecossistema de Profissionais Digitais

BrazilLAB, Fundação Brava e CPI lançam estudo sobre ecossistema de Profissionais Digitais

Relatório apresenta desafios e oportunidades de melhoria na formação de profissionais responsáveis por conduzir a transformação digital