PT EN
Logo BrazilLAB
exame política lab startup governo empreendedores inscrições

Programa de aceleração 2017 do BrazilLAB é divulgado pela Exame.com

07/06/2017

Programa de aceleração quer startups com foco em agricultura, finanças e comunicação--foco é no B2G (relação entre poder público e empresas privadas)

São Paulo — O programa Brazil Lab de aceleração procura por empreendedores para a sua segunda edição. Assim como na primeira edição, o órgão busca empresas com foco B2G (aquelas que trabalham na relação entre business e governos).

Nesta segunda edição, os focos de desafio foram repensados. A procura é por projetos que se encaixem nos setores de agricultura urbana, equilíbrio fiscal (com foco em fintechs) e comunicação.

Empreendedores interessados e que tenham projetos nessas áreas têm até o dia 5 de julho para realizar inscrição por meio do site do Brazil Lab. Serão selecionadas dez startups para participar do laboratório. Ao final do programa, três finalistas receberão um investimento de 50 mil reais.

A ideia é que os empreendedores mostrem projetos que sirvam como soluções para grandes problemas nas três áreas definidas pelo Brazil Lab.

O Brazil Lab é um programa do Centro de Liderança Pública (CLP). Ele tem patrocínio de Bank of America Merrill Lynch, E.Bricks e Instituto Betty e Jacob Lafer.

 Leia a matéria na integra | Fonte: Exame 

Veja Também:

Novidades de Govtech: o que ler, ver e ouvir  para ficar por dentro de tudo que acontece

Novidades de Govtech: o que ler, ver e ouvir para ficar por dentro de tudo que acontece

Preparamos uma lista de portais, blogs e podcasts para você não perder nenhuma notícia importante ou oportunidade.

Facebook anunciou a criação de uma moeda digital livre da intervenção de governos. E agora?

Facebook anunciou a criação de uma moeda digital livre da intervenção de governos. E agora?

Anúncio da empresa de Mark Zuckerberg dividiu opiniões em todo o mundo.

Inovar ou desaparecer: BrazilLAB é destaque na IstoÉ Dinheiro

Inovar ou desaparecer: BrazilLAB é destaque na IstoÉ Dinheiro

Entenda como a criatividade do brasileiro possibilitará o desenvolvimento de novas tecnologias para o país