Logo BrazilLAB Logo BrazilLAB
BRAZILLAB ACELERAçõES CAMPUS SãO PAULO CICLO

Programa de aceleração BrazilLAB 2017 acontecerá no Campus São Paulo

09/03/2017

Já está definido o local onde acontecerá o Programa de Aceleração do BrazilLAB deste ano: o Campus São Paulo. O Campus São Paulo é um espaço físico do Google para que startups e empreendedores trabalhem, se conectem e aprendam sobre temas relevantes para a sua jornada.

Já está definido o local onde acontecerá o Programa de Aceleração do BrazilLAB deste ano: o Campus São Paulo. O Campus São Paulo é um espaço físico do Google para que startups e empreendedores trabalhem, se conectem e aprendam sobre temas relevantes para a sua jornada.

Enquanto que, no ano passado, as atividades ocorreram no Red Bull Station, em 2017 elas serão realizadas neste moderno espaço dedicado ao empreendedorismo, situado próximo à região da Av. Paulista. O Campus São Paulo vai abrigar todas as etapas do Programa -- do lançamento, em 10 de maio, aos eventos abertos ao público.

Entre essas atividades, estão os quatro ciclos do Programa de Aceleração, realizados nos mesmos moldes de 2016: durante quatro meses -- de agosto a novembro deste ano --, após um aprofundado processo seletivo, os empreendedores escolhidos vão participar dos encontros presenciais durante três dias no Campus São Paulo, relativos a cada ciclo. São eles:

Ciclo 1: Plano de negócio ajustado para a atuação com o setor público, que tem o objetivo de iniciar a discussão sobre como trabalhar em parceria com o setor público, auxiliar os empreendedores a elaborarem o Canvas (ferramenta de negócio que permite desenvolver e esboçar modelos de negócios) e indicadores e metas que tenham foco no impacto social, além do Field Day, um dia de visita à prefeitura e equipamentos públicos na cidade de São Paulo.

Ciclo 2: Como trabalhar em parceria com o setor público. Aqui, o objetivo é aprofundar o conhecimento sobre os modelos e práticas utilizadas para concretizar a parceria com o governo. Dentre as atividades, teremos workshops em direito administrativo, modelo de negócios e precificação, parceria público privada e órgãos de controle.

CICLO 3: Validação do modelo de negócios e pitch para potenciais clientes e investidores. O objetivo é validar o modelo de atuação dos empreendedores junto ao setor público. Algumas das atividades serão: realizar uma apresentação para potenciais clientes e investidores; workshops em Produto: tecnologia & user experience feedback e Comunicação: presentation skills & pitch.

CICLO 4: Liderança e preparação para o DemoDAY, com os seguintes objetivos: simulado DemoDAY para parceiros e gestores públicos; incorporação de feedback; entrega do canvas finalizado e Field Day para revisão do protótipo.

O objetivo deste programa de mentoria é fornecer ampla capacitação a cada empreendedor. E o Campus São Paulo se mostrou como o espaço ideal para acolher nosso modelo de aceleração, que, além desses encontros acima, contará com oficinas de mentoria, eventos com especialistas e rodadas de networking com investidores e empreendedores.

Haverá, também, eventos abertos às pessoas em geral, com temas ligados à inovação no setor público. As datas serão divulgadas em breve, aqui mesmo no site do BrazilLAB.

 

Veja Também:

Inovação no Setor Público Inscreva-se para a 4ª edição do BrazilLAB Talks: Lançamento da 6ª Turma de Aceleração de Startups

Inscreva-se para a 4ª edição do BrazilLAB Talks: Lançamento da 6ª Turma de Aceleração de Startups

O evento marcará o início das inscrições para a próxima turma do Programa de Aceleração do BrazilLAB

Programa de Aceleração Exame: Programa busca startups contra mudanças climáticas para conferência da ONU

Exame: Programa busca startups contra mudanças climáticas para conferência da ONU

O CiviTech Alliance vai selecionar até 20 empresas para aceleração e apresentação durante a Cúpula do Clima de 2021

Programa de Aceleração Programa internacional vai selecionar mais de 20 startups com soluções para mudanças climáticas para a COP26, em Glasgow

Programa internacional vai selecionar mais de 20 startups com soluções para mudanças climáticas para a COP26, em Glasgow

Além de se apresentarem na Cúpula do Clima, startups também terão oportunidade de conexão com investidores, governos e organizações de diversos países; inscrições vão até 25 de julho