Solução para pequenos problemas é caminho de sucesso no setor público - BrazilLAB
PT EN
INOVAçãO SETOR PúBLICO

Solução para pequenos problemas é caminho de sucesso no setor público

27/04/2016

Palestra do programa Brazil Lab reúne especialistas que apresentaram desafios e oportunidades para tirar ideias do papel

Evento Brazil Lab

Palestra do programa Brazil Lab reúne especialistas que apresentaram desafios e oportunidades para tirar ideias do papel e aumentar a qualidade de serviços públicos.

A trajetória de sucesso de empreendedores começa com a busca por soluções de pequenos problemas do cotidiano. São essas as ideias com maior potencial de mudar a vida das pessoas e consolidar um projeto como um novo negócio sustentável. A aposta na simplicidade é o caminho para mudar mentalidades, levando inovação e eficiência às administrações públicas.

O desafio foi lançado durante palestra Empreendedorismo, Governo e Inovação, iniciativa do programa Brazil Lab, que vai selecionar dez projetos focados na melhoria do serviço público em três áreas: Saúde, Educação e Sustentabilidade Ambiental. As ideias passarão por quatro meses de aprimoramento com especialistas de universidades consagradas como Massachusetts Institute of Technology (MIT), Harvard, Stanford, Insper e FGV.

“É preciso pensar de maneira minimalista, ser observador em cima do problema que precisa ser resolvido. É se preocupar como fazer a sua vida melhor”, afirmou o diretor-presidente do Centro de Liderança Pública, Luiz Felipe D’Ávila, durante a palestra que ocorreu na noite de quinta-feira no Red Bull Station, em São Paulo.

“Tem que fazer pequenos pilotos. Não adianta pensar em renovar o sistema todo. É preciso pensar em soluções para um bairro, uma escola, um posto de saúde. É isso que vai mudar todo o setor público”, acrescentou para uma plateia formada por 140 potenciais empreendedores.

BRAZIL LAB É UM PROGRAMA PARA ACELERAR IDEIAS INOVADORAS CAPAZES DE MUDAR A VIDA DO CIDADÃO, MELHORANDO O AMBIENTE DE CADA COMUNIDADE.

O diretor-geral da Endeavor, Juliano Seabra, afirmou que o empreendedor de sucesso cria soluções com impacto na vida das pessoas. “É importante escolher um problema, que pode ser pequeno, mas que tenha uma escala grande de solução, não precisa apresentar uma proposta para todos os problemas da gestão pública”, disse Seabra.

OBSTÁCULOS SÃO OPORTUNIDADES

Mas para se alcançar os objetivos muitos obstáculos precisam ser ultrapassados, como o engessamento da mentalidade do setor público, barreiras legislativas e a burocracia em geral. Essas são algumas dificuldades elencadas pela  diretora da SP Negócios, Renata Leal, que pregou maior diálogo entre o setor público e a sociedade e a conscientização da necessidade de participação social.

“Todos os atores são relevantes na construção de soluções para o setor público. É importante torná-lo mais eficiente e mais eficaz. Mas não é só a busca por resultado ou fazer mais com menos. É fazer a diferença e construir algo conjuntamente”, afirmou Renata.

 

O estado de Minas Gerais é um bom exemplo de como a parceria entre os setores privados e público tornou-se mais efetiva após a a implementação do programa de aceleração de startups,, conhecido como SEED, conforme destacou uma das mentoras do Brazil Lab, Emília Paiva, ex-vice-presidente do Escritório de Prioridades Estratégicas do Governo de Minas.

Para Seabra há muitas vantagens ao se empreender com o poder público. “É uma enorme vitrine, ganha reputação, imagem e dá uma super visibilidade. E cria alavancas para outras coisas que você vai fazer”, afirmou.

Como lembrou D’Ávila, soluções que dão certo para governos e prefeituras logo são absorvidas e alavancadas pelo setor privado. “Soluções para o poder público podem servir para o setor privado. O governo pode te dar escala e você  vai vender para outras pessoas”, afirmou.

E quem sabe até mesmo receber investimento de um parceiro internacional, como destacou a consultora e mentora do Brazil Lab, Letícia Piccolotto Ferreira.

“Quanto mais conseguir parceiros internacionais maior o sucesso”, disse. 

 A promessa do Brazil Lab é mudar a maneira como o setor privado se relaciona com o governo deixando as administrações públicas mais abertas para soluções inovadoras e estimulantes.

Veja Também:

Startup e Prefeitura de São José dos Campos se unem para despoluir lago com tecnologia

Startup joseense vai coordenar projeto piloto para a limpeza de um dos lagos do Parque da Cidade

O que a Estônia pode ensinar ao Brasil sobre a pauta GovTech

Ronaldo Lemos retrata o pioneirismo da Estônia na questão das identidades digitais e no uso da tecnologia no governo (GovTech)

Metodologia ágil: o que o setor público tem a aprender com a indústria de desenvolvimento de softwares

Surgido no começo dos anos 2000, o modelo ágil propõe entregas muito mais rápidas e aprendizado contínuo. Veja aqui como a gestão pública pode se beneficiar com ele.