Logo BrazilLAB Logo BrazilLAB
BrazilLAB hub aceleração único ideias conexão empreendedores poder público desafio equilíbrio fiscal município cidadão gestão sociedade melhoria inici

BrazilLAB busca soluções para o desafio do equilíbrio fiscal de municípios brasileiros

17/04/2017

O BrazilLAB é o único hub de inovação que acelera ideias e conecta empreendedores com o poder público. Na edição de 2017, o programa lança o desafio na área de equilíbrio fiscal em municípios para empreendedores que desejam impactar a sociedade.

A cada quatro anos, a história se repete: passada a euforia da vitória nas urnas, os prefeitos eleitos têm que encarar a dura realidade do primeiro ano de mandato. E em 2017, para além dos desafios tradicionais -- como a acomodação de novos programas e diretrizes, bem como a herança deixada pela gestão anterior (que nem sempre é positiva) --, há um agravante: a crise econômica.

Como se sabe, o Brasil vem enfrentando a pior recessão de sua história. Os impactos espalharam-se pelo país, e os municípios foram pegos em cheio. Os dados a esse respeito são contundentes:

  • Segundo a Confederação Nacional de Municípios (CNM1), mais de 62 municípios já decretaram estado de calamidade financeira desde o ano passado por não conseguirem pagar os salários de seus servidores;
  • O Fundo de Participação dos Municípios (FPM), que é enviado pelo governo federal a todos os municípios brasileiros e que integra uma parcela significativa da receita municipal, tem caído ao longo dos anos2;
  • Segundo o Portal Meu Município3, 2.317 municípios gastaram mais do que arrecadaram em 2016 (quase 50 % dos municípios brasileiros).

 

Iniciativas recentes apontam o caminho

É um cenário imensamente desafiador, sem dúvida. Para contorná-lo, os novos gestores municipais devem demonstrar criatividade e esforços na mesma medida. Devem inspirar-se em algumas iniciativas empreendedoras que, felizmente, já vêm sendo adotadas no sentido de fortalecer o setor público e acelerar o processo de retomada do crescimento dos municípios brasileiros. 

Um exemplo é o Observatório Social do Brasil4. Presente em mais de 100 cidades do Brasil, a organização passa um "pente fino" em Diários Oficiais, portais de transparência, projetos de lei e demais dados. O objetivo é questionar e cobrar gestores públicos, bem como reportar irregularidades a vereadores, Ministério Público, Tribunal de Contas e outras instâncias.

Outra iniciativa que merece destaque é a que deu origem ao “Meu Município” (meumunicipio.org.br). Criado para apresentar os dados financeiros dos municípios brasileiros de forma simples e dinâmica, o portal permite que tanto o gestor público quanto o cidadão possam acompanhar a saúde fiscal de suas cidades. No entanto, as previsões da equipe do Portal para este ano não são animadoras: o cenário crítico se manterá ao longo de 2017.

 

O desafio: auxiliar no equilíbrio das contas

Foi diante desta situação que o BrazilLAB (www.brazillab.org.br) formulou um dos seus desafios para 2017. O intuito é promover soluções que auxiliem na redução de despesas dos municípios e incentivem o papel fiscalizador do cidadão sobre as contas das prefeituras. Assim sendo, esse desafio é composto pelas seguintes questões:

  • Como soluções de tecnologia e inovação podem ajudar as prefeituras a reduzirem seus gastos e gerenciarem melhor seus custos?
  • Como startups de fintech podem contribuir para solucionar o desafio de equilíbrio fiscal dos municípios?
  • Como a tecnologia pode engajar o cidadão a acompanhar a saúde financeira de suas cidades? 

Sobre o BrazilLAB

O BrazilLAB é a única aceleradora que conecta empreendedores ao setor público. Sendo assim, nosso programa de mentoria tem como principal objetivo adaptar e validar as soluções selecionadas para que atendam às demandas de gestores públicos e resolvam os problemas enfrentados pelos municípios brasileiros.

A inspiração para o programa de aceleração do BrazilLAB veio de iniciativas internacionais, como o Solve/MIT e o Mayors Challenge/Bloomberg Philanthropies. Esses programas estimulam a inovação, o intercâmbio e o diálogo entre acadêmicos, setor privado, empresários e setor público, visando à promoção de um espaço eficiente que permita o envolvimento da sociedade na busca de soluções.

Nosso programa conta com quatro ciclos de atividades presenciais. Em cada um deles, os empreendedores recebem mentoria especializada, obtêm acesso a networking e a líderes públicos, adquirem conhecimento sobre os desafios municipais, encontram oportunidade de participar de rodadas com investidores e divulgam suas soluções por meio de cases e exposição na mídia.

No entanto, o programa não se restringe apenas aos quatro meses de atividades presenciais. Nossa rede de parceiros, mentores e equipe acompanha os empreendedores ao longo de toda a sua jornada. Esse acompanhamento ocorre por meio de nosso programa Alumini, que tem como objetivo auxiliar os empreendedores a alcançarem o impacto que desejam na sociedade.

Patrocínio

O BrazilLAB é um programa patrocinado pelo Bank of America Merrill Lynch, E.Bricks e Instituto Betty e Jacob Lafer.

Entre os parceiros, o BrazilLAB tem a honra de contar com instituições como CLP, Fundação Brava, Comunitas Endeavor, Start-Up Chile e Microsoft.

Fontes

1 – http://economia.estadao.com.br/noticias/geral,desde-o-ano-passado-62-municipios-decretaram-calamidade-financeira,10000100510

2 - https://meumunicipio.org.br/noticia/76-Investimentos-de-prefeituras-de-pequenos-municipios-recuam-31-entre-2010-e-2015

3 - https://meumunicipio.org.br  

4 - http://www.bbc.com/portuguese/brasil-37526368

Veja Também:

Inovação no Setor Público Artigo de Letícia Piccolotto no JOTA: Govtechs e as previsões do setor para 2021

Artigo de Letícia Piccolotto no JOTA: Govtechs e as previsões do setor para 2021

Relatório mostra que há 80 startups no Brasil que são consideradas GovTechs relevantes; confira o artigo da CEO do BrazillAB

Inovação no Setor Público Observatório de Inovação no Setor Público (OPSI) da OCDE publica estudo de caso do BrazilLAB

Observatório de Inovação no Setor Público (OPSI) da OCDE publica estudo de caso do BrazilLAB

O estudo de caso do OPSI relata a trajetória e destaca as principais iniciativas do BrazilLAB

Programa de Aceleração Conheça as 58 Startups e PMEs aceleradas pelo BrazilLAB no ano de 2020

Conheça as 58 Startups e PMEs aceleradas pelo BrazilLAB no ano de 2020

Em 2020, o BrazilLAB concluiu 3 ciclos de Aceleração, 2 DemoDays e acelerou 58 Startups e Pequenas e Médias Empresas (PMEs)