BrazilLAB, Fundação Brava e CPI lançam diagnóstico da transformação digital do setor público brasileiro - BrazilLAB
PT EN
Logo BrazilLAB
GovTech Diagnóstico BrazilLAB Fundação Brava Center for Public Impact ambiente digital Inovação

BrazilLAB, Fundação Brava e CPI lançam diagnóstico da transformação digital do setor público brasileiro

28/03/2019

O estudo apresenta o cenário atual e os principais desafios para a transformação digital do país

Boa notícia para quem trabalha pela inovação no país: acaba de ser lançado o Panorama da Transformação Digital do Brasil. Trata-se de um aprofundado relatório sobre o cenário atual da digitalização por aqui, com dados de infraestrutura, principais desafios e projeções para o futuro. O objetivo do estudo é construir um diagnóstico da transformação digital do governo brasileiro, contribuindo assim para as mudanças fundamentais que os novos tempos exigem. O estudo foi lançado por Letícia Piccolotto, Founder do BrazilLAB, durante o DemoDay do 3º Ciclo do Programa de Aceleração, realizado no último dia 28 de março, em São Paulo.


--> Acesse o site do relatório <--

 

Realizado em parceria entre o BrazilLAB, a Fundação Brava e o Center for Public Impact (CPI), o estudo busca identificar gargalos da transformação digital por meio de uma análise das seguintes áreas: inclusão digital, infraestrutura e conectividade, habilidades digitais, conteúdo digital, serviços digitais do governo, segurança e integridade dos dados e processo de contratação no setor público.

Veja abaixo alguns dos principais dados e desafios relativos a cada um desses tópicos:

 

Inclusão digital

  • A maior parte dos brasileiros, principalmente os jovens, está conectada e é usuária frequente de internet;
  • Os preços no Brasil encontram-se em linha com o resto do mundo, embora comprometam maior parte do orçamento da população de menor renda;

 

Infraestrutura e conectividade

  • Áreas remotas ainda não estão adequadamente conectadas;
  • Banda larga no Brasil apresenta velocidade abaixo de outros países similares;
  • No entanto, a infraestrutura atual é suficiente para oferecer apropriadamente serviços digitais.

 

Habilidades digitais

  • Índices de analfabetismo e analfabetismo funcional contribuem para o baixo uso de internet;
  • O Brasil apresenta uma importante lacuna de profissionais de tecnologia diante da demanda de serviços verificada.

 

Conteúdo digital

  • Existe uma ampla gama de oferta de conteúdo em português para o acesso aos meios digitais.

 

Serviços digitais do Governo

  • A cultura digital é incipiente para a oferta de serviços on-line aos cidadãos, em especial na reduzida oferta de serviços digitais por governos locais;
  • Ainda há oportunidades para simplificação dos processos que passam pela digitalização.

 

Segurança e integridade dos dados

  • A agenda de segurança carece de clareza e definição de ações para ser mais efetiva;
  • Cibersegurança ainda não desponta como um ponto crítico no Brasil, mas tende a se tornar relevante com o avanço dos serviços e bases de dados.

 

Processo de contratação no setor público

  • Governos ainda não conseguem contratar facilmente as soluções digitais;
  • A barreira cultural é a mais crítica para as dificuldades de contratação – medo de penalização e conflito com a cultura dos órgãos controladores.

 

O texto integral traz uma série de dados que embasam essas conclusões, com gráficos comparativos e propostas de soluções para cada um dos tópicos. Acesse o site do estudo: https://transformacaodigital.brazillab.org.br/

 

Quer fazer parte desta tranformação digital?

Conheça o Selo GovTech do BrazilLAB, que certifica startups como capacitadas e aptas a trabalharem e venderem para diferentes órgãos do governo. Ao ser aprovada no processo e obter o Selo GovTech, a startup passará a fazer parte de uma rede de empreendedores que possuem soluções tecnológicas para diversos desafios dos governos! Clique aqui e saiba mais.

 

Veja Também:

Cidades Inteligentes Londres, Copenhague e Cingapura. O que faz dessas e mais outras sete cidades as mais inteligentes do mundo?

Londres, Copenhague e Cingapura. O que faz dessas e mais outras sete cidades as mais inteligentes do mundo?

Estudo do IESE Cities in Motion Index 2019 se utilizou de 9 categorias para ranquear os níveis de desenvolvimento de cidades ao redor do globo.

‘Cidade em Jogo’: Conheça o game educacional brasileiro finalista em competição da OCDE

‘Cidade em Jogo’: Conheça o game educacional brasileiro finalista em competição da OCDE

Iniciativa “Cidade em Jogo”, da Fundação BRAVA, é uma das seis finalistas da Chamada de Cases Inovadores de Governo Aberto da organização internacional.

Cidades Inteligentes ‘CopiCola’: conheça o programa da Prefeitura de SP que disponibiliza guias de boas práticas para inovação no setor público

‘CopiCola’: conheça o programa da Prefeitura de SP que disponibiliza guias de boas práticas para inovação no setor público

A iniciativa da prefeitura disponibiliza os guias para implementação de programas inovadores por ela realizados, a fim de que outras cidades sigam seu exemplo