Logo BrazilLAB Logo BrazilLAB
GovTech Singapura

Drones-correios e cadeiras de rodas autônomas: como Singapura está elevando a inovação no setor público a um novo patamar

21/09/2018

Conheça as novidades apresentadas pela agência de GovTech do país no último mês de julho

Singapura, mais uma vez, é o destaque positivo no campo de GovTech. O país, que já era referência em inovação no setor público por motivos que listamos aqui, está investindo pesadamente em sensores, que são parte fundamental dessa transformação. Dispositivos como drones e cadeiras de rodas estão recebendo sensores e tecnologia para tornarem-se ainda mais funcionais.

Os detalhes desse processo foram relatados neste artigo do portal de GovTech de Singapura por Quek Yang Boon, Diretor do Centro de Sensores e de Internet das Coisas (IoT) da agência de GovTech da cidade-estado (sim, ela existe por lá).

 

O céu é o limite

As explicações de Boon foram dadas em uma palestra no Dia Nacional dos Engenheiros de Singapura, que ocorre em julho. Durante o evento, um drone carregando um envelope desceu do nível superior do centro de convenções que abrigava o evento enquanto Boon convidou o público a “imaginar suas cartas e encomendas sendo entregues por drones”.

“Nós falamos com frequência sobre sonhos ‘levantando voo’ e, neste caso, isso aconteceu mesmo,” disse ele ao apontar para o SingPost Alpha, um drone que foi usado de forma autônoma para entregar uma carta em Pulau Ubin, ilha na costa nordeste de Singapura. Simples e compactado como um drone pode ser, o dispositivo vem equipado com tecnologia que garante que chegue a seu destino com segurança, e que sua carga seja entregue em mãos.

Um GPS ajuda o drone a encontrar sua própria localização, e um computador de bordo programa o trajeto do voo. O dispositivo também tem um mecanismo a laser para evitar obstáculos físicos (como pássaros), enquanto câmeras embutidas permitem que ele se comunique com estações de controle. No caso de turbulência pesada ou de tempestades, um para-quedas será ativado para que o drone aterrisse calmamente.

Quek Yang Boon destacou que inovações como o SingPost Alpha unem o poder da computação, dos sensores e da Internet das Coisas para reduzir a nossa dependência da mão de obra humana. “A regulamentação acerca da entrega automatizada por drones ainda precisa ser aperfeiçoada, mas a tecnologia se provou eficaz,” afirmou Boon.

 

Inovação em terra, também

Após descrever como sensores estão aprimorando dispositivos voadores, o Diretor da agência de GovTech de Singapura destacou, no evento, como dispositivos terrestres também estão sendo melhorados com a tecnologia. Neste momento, uma cadeira de rodas motorizada entrou sozinha no palco.

“Essa cadeira de rodas tem uma capacidade de navegação local que permite a ela ir de um ponto A a um ponto B de forma totalmente autônoma — não tem controle remoto,” afirmou Quek Yang Boon. “É como uma versão simplificada de um veículo autônomo: a cadeira de rodas tem um potente processador para mapear espaços, bem como uma ferramenta chamada LiDAR [Light Detection And Ranging -- Detecção e Variação por Luz] que ajuda a evitar obstáculos,” acrescentou ele. Uma vez que a população de Singapura está envelhecendo, a notícia foi recebida com grande entusiasmo.

Para completar, Boon falou sobre a Smart Nation Sensor Platform (Plataforma de Sensores da Nação Inteligente), solução que está sendo desenvolvida para conectar dispositivos. O objetivo é, por meio dessa conexão, entender e analisar o comportamento da população, permitindo uma tomada de decisão fundamentada em evidências. Ou seja, mais uma vez Singapura mostra o caminho para a inovação eficaz e realmente transformadora no setor público.

Saiba mais no vídeo abaixo:

Veja Também:

Inovação no Setor Público Inscreva-se para a 3ª edição do BrazilLAB Talks: Os Laboratórios de Inovação e sua importância para a digitalização de serviços públicos

Inscreva-se para a 3ª edição do BrazilLAB Talks: Os Laboratórios de Inovação e sua importância para a digitalização de serviços públicos

A 3ª edição do BrazilLAB Talks contará com o lançamento exclusivo do estudo de Laboratórios de Inovação produzido pelo BrazilLAB, em parceria com a Fundação Brava e o Center for Public Impact

Inovação no Setor Público BrazilLAB apoia a criação do 1º Laboratório Binacional para ciência, tecnologia e inovação em saúde entre Brasil e Portugal

BrazilLAB apoia a criação do 1º Laboratório Binacional para ciência, tecnologia e inovação em saúde entre Brasil e Portugal

A Fiocruz e a Universidade de Aveiro (UA) firmaram um acordo de cooperação internacional para a ciência, tecnologia e inovação

Inovação no Setor Público Marco das Startups: BrazilLAB participa do Podcast Coisa Pública, organizado pelo CLP; ouça aqui

Marco das Startups: BrazilLAB participa do Podcast Coisa Pública, organizado pelo CLP; ouça aqui

Marco das Startups acelera a implementação das GovTechs no setor público; confira a participação de Guilherme Dominguez no podcast do CLP