Projeto de sustentabilidade vence 1ª edição do BrazilLAB - BrazilLAB
PT EN
Logo BrazilLAB
VENCEDORES DEMODAY DR CUCO APP PROVA SOMA

Projeto de sustentabilidade vence 1ª edição do BrazilLAB

28/11/2016

Plataforma de engajamento que empodera o cidadão e usa o resíduo como moeda leva 1º lugar. Aplicativo de saúde ficou em 2º e solução para escolas públicas em 3º. As 3 melhores iniciativas agora serão aplicadas em prefeituras parceiras a partir de 2017.

PLATAFORMA DE ENGAJAMENTO QUE EMPODERA O CIDADÃO E USA O RESÍDUO COMO MOEDA LEVA 1º LUGAR. APLICATIVO DE SAÚDE FICOU EM 2º E SOLUÇÃO PARA ESCOLAS PÚBLICAS EM 3º. AS 3 MELHORES INICIATIVAS AGORA SERÃO APLICADAS EM PREFEITURAS PARCEIRAS A PARTIR DE 2017

 

SO+MA foi a grande vencedora da 1ª edição do BrazilLAB, programa que acelera ideias de startups e conecta os empreendedores digitais com o poder público. Os vencedores foram escolhidos nesta quinta-feira (24/11), em São Paulo. Em 2º lugar ficou a plataforma para a área de saúde Dr. Cuco, de acompanhamento de tratamentos médicos de pacientes com doenças crônicas. E o 3º escolhido foi o AppProva, criado para o acompanhamento do desenvolvimento acadêmico de alunos e colaboradores. As 3 iniciativas serão implementadas em três prefeituras a partir do próximo ano. Além disso, o primeiro colocado recebeu um prêmio de US$ 5 mil.

O BrazilLAB selecionou as melhores soluções nas áreas de educação, saúde e sustentabilidade ambiental. Foram mais de 600 projetos inscritos de todo o país, sendo que 11 foram escolhidos para participarem do laboratório. Após quatro meses de mentoria, workshops, visitas em campo e palestras, os empreendedores passaram pela avaliação de uma banca composta por prefeitos, gestores públicos, especialistas e investidores.

Para Cláudia Pires, fundadora do SO+MA, muitos empreendedores querem contribuir com o poder público para a transformação da sociedade, mas não sabem como. "Nesse sentido, o BraziLAB pra mim foi como uma luva, porque me trouxe uma perspectiva de como trabalhar efetivamente com isso. Foi um casamento perfeito."

O presidente do Bank of America Merrill Lynch Brasil, Rodrigo Xavier, aproveitou o evento para anunciar a renovação da parceria para a 2ª edição do BrazilLAB. "O poder público é o canal que pode gerar o maior impacto e o setor privado é o canal que gera a maior inovação. Nesse contexo, o BrazilLAB, como um hub de conexão entre as ideias inovadoras e a capilaridade do setor público, provou ser uma forma ousada e inovadora de melhorar a eficiência do setor público e a vida das pessoas."

Segundo o diretor-presidente do CLP, Luiz Felipe d'Ávila, a ideia nasceu da urgência de se criar inovação nos governos. "Hoje, os governos tem enorme dificuldade de encontrar espaço para inovar. Portanto, o BrazilLAB foi uma experiência muito importante para fazer com que a inovação pudesse ser implementada em Estados e Municípios."

 

BrazilLAB

O BrazilLAB é um programa do CLP (Centro de Liderança Pública), patrocinado pelo Bank of America Merrill Lynch e Instituto Betty e Jacob Lafer, e em parceria com a Endeavor, Comunitas, Microsoft, entre outras organizações.O objetivo é estimular no Brasil uma cultura voltada para inovação na área pública. A iniciativa dá apoio a empreendedores engajados em soluções para os desafios mais complexos vividos pela sociedade atualmente.

Veja Também:

Inovação no Setor Público O Brasil precisa construir um governo 100% digital

O Brasil precisa construir um governo 100% digital

Próximos governantes precisam deixar de ser espectadores e se tornem protagonistas dessa pauta

Empreendedorismo Feminino Uso de tecnologia no próximo governo pode reduzir em quase 100% custos de serviços públicos

Uso de tecnologia no próximo governo pode reduzir em quase 100% custos de serviços públicos

Adoção de uma agenda digital para o setor público poderia também elevar o PIB em 5,7%

Inovação no Setor Público Aprendizado e experimentação em inovação: o caso das encomendas tecnológicas

Aprendizado e experimentação em inovação: o caso das encomendas tecnológicas

Será que a inovação de fato está no centro da agenda de governo de quem almeja comandar o país?