Logo BrazilLAB Logo BrazilLAB

Notícias

ClimaTech: startup acelerada pelo BrazilLAB  recebe prêmio de plataforma global  de mobilização pelo meio ambiente

ClimaTech: startup acelerada pelo BrazilLAB recebe prêmio de plataforma global de mobilização pelo meio ambiente

Com a premiação, o empreendedor Osmar Bambini participou de uma missão na Dinamarca, um dos principais pólos de inovação e sustentabilidade do mundo.

A Indústria 4.0 já é realidade,  e vai revolucionar o setor de GovTechs

A Indústria 4.0 já é realidade, e vai revolucionar o setor de GovTechs

Com o avanço da Inteligência Artificial, da Computação Cognitiva e de outras inovações tecnológicas, automatizar é o caminho natural para aumentar a competitividade e a produtividade

Ranking de competitividade digital: Brasil fica estagnado, mas GovTechs contribuem para alguns avanços

Ranking de competitividade digital: Brasil fica estagnado, mas GovTechs contribuem para alguns avanços

Embora tenha retrocedido em alguns índices, país avançou em áreas como Concentração científica e Preparação para o futuro. E iniciativas de inovação no setor público ajudou nessa melhora.

Inovação no Setor Público Governo digital tenta avançar no país: BrazilLAB é destaque em matéria do Valor Econômico

Governo digital tenta avançar no país: BrazilLAB é destaque em matéria do Valor Econômico

Necessidade de corte de gastos e de entregar serviços à população, administração pública investe na digitalização atividades do governo

Agenda GovTech: eventos de outubro para você ficar de olho

Agenda GovTech: eventos de outubro para você ficar de olho

Este mês traz eventos importantes na área de inovação no setor público e em geral. Para ajudar você a se orientar, selecionamos abaixo aqueles que merecem destaque:

Cidades Inteligentes Conheça as cidades mais inteligentes do Brasil em 2019, segundo ranking Connected Smart Cities

Conheça as cidades mais inteligentes do Brasil em 2019, segundo ranking Connected Smart Cities

A cidade de Campinas, a maior do interior do Estado, surpreendeu ocupando o primeiro lugar da lista, seguida por São Paulo, Curitiba e Brasília.