Logo BrazilLAB Logo BrazilLAB
GovTech BrazilLAB Inovação no Setor Público Programa de Aceleração

Cidades mais inteligentes, avanços na legislação e novo ciclo de aceleração: um balanço da inovação no setor público em 2019

18/12/2019

Confira os principais destaques do ano no Brasil e fora dele sobre a pauta de inovação em governos

Quando o assunto é GovTech, 2019 foi produtivo em diferentes aspectos. No âmbito nacional, a pauta da inovação no setor público parece ter entrado definitivamente na agenda de governantes, com importantes iniciativas adotadas por gestores de esferas municipais, estaduais e federal. Houve implantações de soluções inovadoras desenvolvidas por empreendedores em diversas cidades brasileiras, e foram observados avanços nas legislações de estados e do país. 

No âmbito global, 2019 foi, definitivamente, o ano em que GovTech entrou na agenda de investidores e governos. De acordo com este artigo (disponível em inglês) publicado no portal Apolitical, por Carlos Santiso, Diretor de Governança do Banco de Desenvolvimento da América Latina (CAF), é unânime a percepção de que a tecnologia está transformando e desafiando governos ao redor do mundo. 

O Reino Unido já havia criado uma área de governo específica para o assunto (Serviço Digital de Governo), o que ajudou a economizar cerca de 4,5 bilhões de dólares entre 2012 e 2015. Os EUA, a Suécia e outros países já tomaram iniciativas semelhantes. A Espanha está investindo em um amplo programa de identificação digital, e é conhecido o caso de sucesso de Portugal em GovTech. De acordo com Santiso, mais de 200 cidades em todo o mundo adotaram iniciativas relevantes de inovação no setor público em 2019.

 

O ano do BrazilLAB

De volta ao Brasil, nós nos orgulhamos de nossa contribuição para os avanços observados por aqui, que se deu em diferentes níveis. No caso das implementações, destacamos por aqui a experiência da PGS Medical, de Alagoas, que se tornou a primeira startup de saúde público-privada do país. Houve também o caso da 4MTI, que vendeu inovação para o Ministério Público de MG, e o da Mobieduca.me, que está transformando a educação do Piauí por meio da tecnologia, entre outros.

Essas empresas receberam o Selo GovTech, que foi mais uma importante iniciativa do BrazilLAB neste ano. O Selo certifica startups como capacitadas e aptas a trabalharem e venderem para diferentes órgãos do governo, ou seja, como sendo uma GovTech. É uma forma de ampliar o número de empresas preparadas para promover a inovação no setor público.

 

Aceleração, cases e estudos para fundamentar a transformação

Além disso, tivemos o nosso 3º Ciclo de Aceleração, com 33 startups participantes, seis finalistas e três vencedoras - sendo que, entre elas, muitas já vendem inovação para governos. 

Outra iniciativa que merece destaque foi a criação de uma biblioteca de cases de inovação. A nova área será sempre atualizada com exemplos bem-sucedidos de inovação no setor público do Brasil e de fora. Por fim, tivemos a publicação de importantes estudos, como o Panorama da Transformação Digital e a análise de impacto da transformação digital na Previdência Social

 

2020 promete muito mais inovação

Olhando para frente, 2020 também deve ser positivamente agitado. A partir de janeiro, terá início o 4º Ciclo de Aceleração do BrazilLAB - confira aqui as 28 selecionadas e a agenda do Programa. No segundo semestre, teremos a segunda edição da Conferência GovTech Brasil, o principal evento dedicado ao tema da América Latina. E, também no segundo semestre, o país terá eleições municipais, que podem influenciar - positiva ou negativamente - a transformação digital por aqui. 


--> Baixe a lista completa das 28 Startups Selecionadas <--

Veja Também:

Inovação no Setor Público Artigo de Letícia Piccolotto no JOTA: Govtechs e as previsões do setor para 2021

Artigo de Letícia Piccolotto no JOTA: Govtechs e as previsões do setor para 2021

Relatório mostra que há 80 startups no Brasil que são consideradas GovTechs relevantes; confira o artigo da CEO do BrazillAB

Inovação no Setor Público Observatório de Inovação no Setor Público (OPSI) da OCDE publica estudo de caso do BrazilLAB

Observatório de Inovação no Setor Público (OPSI) da OCDE publica estudo de caso do BrazilLAB

O estudo de caso do OPSI relata a trajetória e destaca as principais iniciativas do BrazilLAB

Programa de Aceleração Conheça as 58 Startups e PMEs aceleradas pelo BrazilLAB no ano de 2020

Conheça as 58 Startups e PMEs aceleradas pelo BrazilLAB no ano de 2020

Em 2020, o BrazilLAB concluiu 3 ciclos de Aceleração, 2 DemoDays e acelerou 58 Startups e Pequenas e Médias Empresas (PMEs)